terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Os primeiros a chegar

(foto ilustrativa canarias7.es)
Os primeiros imigrantes ilegais provenientes do norte de África chegaram na segunda-feira às costas algarvias.
O reforço dos meios de vigilância que se tem vindo a acentuar nos últimos meses nas costas espanholas poderá empurrar as “linhas de navegação” para as praias algarvias, menos perigosas, mais acessíveis e onde as correntes marítimas são praticamente insignificantes.

5 comentários:

Anónimo disse...

Vieram passar o Natal com a familia que é dessas bandas .

Anónimo disse...

Provocações à parte, os portugueses desde sempre foram um povo de emigrantes. Uns pelo gosto da aventura, outros forçados pelas circunstâncias. Portugal, espaço europeu, passou a receber aqueles que procuram uma vida melhor e nem sempre a encontram.
Só de pensar o que poderia ter acontecido se estes pobres homens e mulheres estivessem hoje no mar, com o temporal de Levante que se formou em poucas horas, é de reconhecer o misto de coragem e loucura que é gerado pelo desespero.
Dentro do azar de terem sido encontrados pelas autoridades portuguesas, acabaram por ter muita sorte por estarem vivos e terem sobrevivido a uma viagem sem garantia de chegada.

Anónimo disse...

mas estava sol que vêm bronzeados

Anónimo disse...

O anónimo das 20:23 deve ser um demente... Já pensou que poderia estar um familiar seu nas mesmas circunstâncias ? Também brincava ?

Anónimo disse...

claro que sim, 1:12... sobretudo quando já ajudei tantos a conseguirem ficar por cá. A ironia é a base da sinseridade. O cinismo é esconder até as píadas, e nessas circunstâncias chega-se ao extremismo dos cartoons, que com medo de se ironizar acabou em actos tristes, devido a mentes polidas mas mediocres