domingo, 30 de dezembro de 2007

VRSA na imprensa

Monte Gordo já se despede de 2007
«Hoje, dia 30, em Monte Gordo, a noite vai ser animada com a música do «Dj Flip D’Palm». No dia 31, a partir das 22h00, sobe ao palco o grupo, «Alquimia», e à meia-noite e durante cerca de 20 minutos, o fogo-de-artíficio iluminará o céu da baía de Monte Gordo.»
(Notícia completa no Guia da Cidade.com)

Vila Real lança cartões para famílias com baixos rendimentos
«Comparticipação extra na aquisição de medicamentos ou reduções no pagamento de taxas e licenças municipais fazem parte da lista de vantagens. Privados podem associar-se ao projecto e oferecer descontos na compra de bens e serviços.»
(Notícia completa no Barlavento)

Teatro Infantil de Cuba: «La Colmenita» em VRSA
«A primeira companhia de teatro infantil de Cuba, «La Colmenita», fará, entre os dias 3 e 13 de Janeiro, uma digressão a várias cidades de Portugal. Esta companhia é caracterizada por desenvolver programas e ateliés em diferentes sectores de Havana e em comunidades do interior de Cuba, com ênfase na integração das crianças e adolescentes.»
(Notícia completa no Avante!)

Greve afecta casinos no Algarve
«O funcionamento das salas de jogo dos três casinos do Algarve foi seriamente afectado pela paralisação que se iniciou quarta-feira e se deverá prolongar até ao fim de ano, disse à Lusa fonte sindical.
A greve nos casinos de Monte Gordo, Praia da Rocha e Vilamoura, a quinta este ano, depois de três paralisações em Agosto e outra em Outubro, registou até às 03:00 de quarta-feira, hora de fecho das salas de jogo tradicional, uma adesão de cerca de 80 por cento, disse a mesma fonte.»
(Notícia completa no Portugal Diário)

Marroquinos no Algarve
«Aí, já tive ocasião de falar com alguns desses homens, eram de Olhão de Loulé, de Vila Real de Santo António. Alguns contaram-me das suas aventuras e desventuras com os "passadores", que os transportavam em traineiras para Safi, Larache, Salé, Al-jadida, etc. Nas suas histórias havia quase sempre referência à maneira acolhedora e gentil como foram recebidos pelos pescadores pobres e pela população da costa Marroquina.
Rapidamente aí se estabeleceram, alguns vieram depois buscar os filhos e as esposas e ainda vivem nesse país, outros voltaram com a família nos seus automóveis de matrícula marroquina, e com eles trouxeram o gosto pelo jogo da petanca que os franceses haviam nos anos 50 introduzido em Marrocos, e que hoje é tão popular no Algarve.»
(Artigo completo no Esquerda.net)

1 comentário:

ruy disse...

Um 2008 o melhor possível,
ruy