quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Fundamentalismo proibicionista

Um leitor questiona-se sobre a veracidade da proibição da pesca na margem portuguesa do Guadiana. Uma imagem vale por mil palavras.
Hoje à tarde, por volta das 17 horas, o molhe da barra de Vila Real de Santo António mostrava o aspecto que as imagens documentam.
O único pescador que observámos mergulhava livre de preocupações embora com todos os sentidos alerta.
2008 trouxe para VRSA a proibição de fumar em espaços fechados e a da pesca lúdica na margem direita da foz do rio Guadiana.
Compreendemos que barcos de pesca lúdica fundeados no canal de navegação possam ser um empecilho e um problema para a circulação do (quase inexistente) tráfego de embarcações mas é uma completa idiotice a medida absurda que proíbe inofensivos pescadores de passarem umas horas a dar banho à minhoca e a ocuparem o seu tempo livre numa actividade com séculos de tradição.


Norte

Sul

Mais norte

Mais sul

O único pescador

3 comentários:

cadeiradopoder disse...

Bom blog. A adicionar!

ze aranha disse...

deve ser espanhol, pa ninguém o chatear eheheh

Anónimo disse...

quem agarrou o pato mó??